sexta-feira, 14 de julho de 2017

LDO 2018: Além de salários atrasados e nada de reajuste... deputado mandou "tomar naquele canto".



Bem que sindicatos de trabalhadores se mobilizaram e espernearam, mas não adiantou. A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, nessa quinta-feira (13), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2018.

O texto congela o orçamento estadual do próximo ano, incluindo os valores dos salários dos servidores.

Servidores chegaram a invadir plenário e dispararam palavras de ordem, hostilizando deputados. Houve quem reagisse à pressão de forma até grosseira.

O deputado Raimundo Fernandes (PSDB) chegou a mirar o dedo médio (do meio) para manifestantes e  mandou tomar naquele canto, sendo contido pelo deputado Vivaldo Costa(PROS).

A LDO prevê orçamento em cima de R$ 12,3 bilhões.

Então fica assim: em 2018, além de salários atrasados, nada de reajuste (mesmo que corrigindo a inflação). Emendas que tratavam desse aspecto sequer foram analisadas em plenário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário