domingo, 30 de abril de 2017

Morte de Belchior – Governo do Ceará decreta luto oficial de três dias


O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) decretou luto oficial de três dias pela morte do cantor e compositor Belchior, que morreu, neste domingo, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. Familiares não divulgaram a causa da morte.

Também o Governo do Estado fará o traslado do corpo do artista para Sobral (Zona Norte), onde deve ocorrer o sepultamento.

Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

Ele é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, Amelinha e Ednardo, também cearenses. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.


Nota do Governador


“Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no País, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário