sexta-feira, 31 de março de 2017

TCE prorroga prazo para prefeitos do RN enviarem dados do índice de efetividade de gestão

Imagem relacionada

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) prorrogou para 10 de abril o prazo para prefeitos enviarem dados relativos ao Índice de Efetividade de Gestão Municipal (IEGM), ferramenta criada em 2016 para sistematizar informações em sete áreas da gestão pública dos municípios.

O prazo inicial para os gestores preencherem questionários eletrônicos era até esta sexta-feira, 31 de março. Os links para os questionários foram enviados através dos ofícios encaminhados para todas as prefeituras. Até agora, 12 municípios finalizaram o IEGM, apenas 12% do total. Quem não enviar os dados está sujeito a sanções.

Desde o ano passado, o IEGM reúne informações nas áreas de saúde, educação, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, proteção dos cidadãos e governança da Tecnologia da Informação. Trata-se de uma parceria entre o Tribunal de Contas e o Instituto Rui Barbosa, que tem o intuito de aprimorar o controle externo e disponibilizar um instrumento para definição de prioridades no campo da gestão pública.

Os gestores que não enviarem as informações demandadas estarão sujeitos a penalidades. 

O não preenchimento dos referidos questionários tempestivamente sujeita às seguintes sanções: suspensão do fornecimento ao município de Certidão de Adimplência junto ao TCE.

De acordo com os dados recolhidos, 15 municípios conseguiram chegar ao nível “efetivo”, enquanto 80 foram considerados “em fase de adequação” e 64 com “baixo nível de adequação”. Nenhum município foi considerado com gestão “muito efetiva” ou “altamente efetiva”.

O índice tem como objetivo avaliar as ações dos governos em relação às exigências da sociedade, apurando a qualidade dos gastos públicos e os resultados efetivos dos serviços prestados ao cidadão. Os dados foram cruzados com outras informações, entre os quais do SIAI, culminando numa pontuação que revela, entre outras situações, como se posiciona o município frente a aspectos significativos da administração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário