quarta-feira, 19 de junho de 2019

Ex-Goverador Fernando Freire é solto


O ex-governador Fernando Freire, acaba de ser solto por determinação do juiz Henrique Baltazar Vilar Santos, deixando assim o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do RN onde esteve por quase quatro anos. Ele passará a cumprir o resto da pena em regime semi-aberto. Com exclusividade a nossa reportagem conversou com o ex-governador, obtendo dele a declaração abaixo:

“Há muito a ser dito, muito a ser declarado, mas a prudência impõe a manutenção do silêncio. Minha família, meus poucos amigos e eu, somos os maiores interessados em prestar uma ampla declaração, o que será feito num momento oportuno.

Ponto de Vista

Styvenson quebra compromisso de campanha e vota contra liberação de armas

O Senado Federal rejeitou ontem o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que flexibilizava o porte e a compra de armas no país. Os três senadores do Rio Grande do Norte votaram contra o projeto. Mas, um voto em especial tem causado polêmica nas redes sociais. O senador Styvenson Valentim (Podemos), que durante anos atuou como policial militar, havia prometido na campanha eleitoral de 2018 defender a permissão do porte de arma para pessoas sem antecedentes criminais, desde que se submetessem a exames psicológicos e toxicológicos.

No dia 5 de setembro de 2018, o então candidato ao Senado postou na sua conta no Instagram a imagem abaixo com o texto a seguir: "Encerramos hoje a apresentação dos nossos compromissos, galera! Vamos discutir a permissão do porte de arma para pessoas sem antecedentes criminais e que se submetam regularmente a exames psicológicos e toxicológicos. Esse debate é importante sim e merece toda a nossa atenção! #CompromissoDoCapitão".


Álvaro Dias diz estar desconfortável no MDB

Fladson Soares/Nominuto.com

Há algum tempo, já se vinha especulando que o prefeito de Natal Álvaro Dias iria deixar o MDB. E nesta quarta-feira (19), em entrevista ao programa RN Acontece, o Chefe do Executivo municipal externou o seu desconforto no partido. “Não estou muito confortável como deveria estar. Vou analisar a possibilidade de fazer uma nova opção partidária, mas ainda não tenho uma opinião formada sobre esse assunto”, frisou.

Álvaro Dias disse já ter recebido alguns convites, como o do PSB, legenda presidida no Rio Grande do Norte pelo deputado federal Rafael Motta. O prefeito de Natal também não descartou a possibilidade de uma recomposição com o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, presidente do diretório estadual do PDT.

Questionado sobre seu distanciamento do ex-prefeito, Álvaro Dias disse assumir a culpa por isso. “Carlos Eduardo é meu amigo, temos uma amizade de 30 anos e já tive uma conversa com ele há uns dois meses. Esse afastamento é por culpa minha, por toda essa vida atribulada que se tem no cargo executivo, que lhe exige muito e toma todo o seu tempo. Vou procurá-lo mais, abrir o diálogo, conversar. Sempre tivemos um bom relacionamento, destacou.

Quanto a uma possível reeleição, Álvaro Dias destacou que se a eleição fosse hoje, essa hipótese estaria afastada, mas, como ele tem até maio do próximo ano para tomar essa decisão, caso deixe o MDB, pode ser que até lá haja uma mudança de contexto e de opinião. “Estou dando uma boa contribuição, acho que vou fazer uma boa gestão, mas não é fácil administrar uma cidade como Natal. É algo que exige muito e se deixa de atender outras questões, como é o caso da família, que acaba sendo penalizada”, afirmou.

O prefeito também falou sobre reforma administrativa. A Prefeitura contratou uma consultoria – Dom Cabral – e 200 medidas estão em curso atualmente. São medidas de contenção de despesas e corte de gastos. “Estamos implementando isso que nos foi sugerido e apesar da crise nacional que se abateu sobre o nosso País, estamos em uma situação confortável, com salários em dia, com as 4 Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) funcionando a contento, a cidade está limpa, além de avanços em outras áreas”, desse Álvaro Dias.

Confira a entrevista:


Nominuto.com

PCdoB, PDT, PSB, PSOL e PT anunciam obstrução à reforma da Previdência

Cinco partidos de oposição (PCdoB, PDT, PSB, PSOL e PT) anunciaram hoje (18) obstrução conjunta à votação do parecer da reforma da Previdência na Comissão Especial do Congresso que debate o tema. Com direito a apresentarem até nove destaques na comissão especial, as legendas pretendem discutir em conjunto os pontos a serem destacados.

Há mais de nove horas, a comissão debate o parecer lido na última quinta-feira (13). Com 154 deputados inscritos para falar, 91 contra e 63 a favor, os debates devem durar até três dias. Alguns deputados estão retirando os nomes para apressar as discussões. Segundo o relator da proposta na comissão especial, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), a intenção original é votar o texto na próxima semana.

Mais cedo, Moreira admitiu que pode apresentar um voto complementar com mudanças na proposta, após o fim dos debates. Ele disse que as discussões servem de base para ajustes no relatório. “Há possibilidade de o relator fazer um voto complementar após as discussões. Eu nunca tive a pretensão de que o relatório fosse um decreto. Ele está sujeito a alterações. Estou aqui para ouvir, para melhorar ainda mais o relatório”, disse.

O relator respondeu ao deputado Vinicius Poit (Novo-SP), de partido contrário ao aumento de 15% para 20% da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido dos bancos, incluída na proposta. Segundo Poit, a medida deve resultar em aumento das tarifas bancárias e do spread bancário (diferença entre a taxa que os bancos pagam para captar recursos e emprestam aos tomadores finais). Moreira argumentou que o relatório propõe a volta da alíquota que vigorou até o fim do ano passado e explicou que as tarifas não caíram desde então.

A retirada da capitalização (sistema de poupanças individuais do trabalhador) da reforma também foi ponto de discussão. O líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) considerou “precoce” a exclusão do ponto e reiterou que o governo insistirá no tema. Também favorável à capitalização, o deputado Darci de Matos (PSD-SC) disse que o sistema ajudou a reativar a economia do Chile. “Claro que no Chile deu certo. O Chile tem uma renda per capita que é o dobro da do nosso país. O Chile cresceu 4% e nós crescemos 1%”, destacou.

Estados e municípios

O deputado Alexandre Frota (PSL-SP) cobrou que governadores e prefeitos se mobilizem para que os estados e municípios sejam reincluídos na reforma. “É muito importante que os governadores que estão nos assistindo agora coloquem aqui a sua assinatura, coloquem aqui as suas digitais. Eles não podem depois, mais tarde, baterem na porta do governo. Então eles precisam estar presentes nessa discussão”, declarou. Na semana passada, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que os governos locais poderiam ser recolocados na reforma, por meio de um destaque na comissão especial ou no Plenário.

Fórmula de cálculo

O cálculo dos benefícios foi outro ponto debatido. O deputado Aliel Machado (PSB-PR) disse que as pessoas vão perder 20% do valor do benefício com a mudança da média dos salários de contribuição dos 80% maiores salários para todos os salários. Segundo ele, seria adicionada uma perda de 40% caso o trabalhador tenha apenas 20 anos de contribuição.

Professores

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) reclamou que as regras de aposentadoria dos professores permaneceram desconstitucionalizadas no relatório de Moreira. Ela questionou que alguns benefícios não estariam mais assegurados pela Constituição. Apenas a aposentadoria e a pensão por morte seriam garantidas.

A proposta do governo estabelecia idade mínima de 60 anos de idade para a aposentadoria de professores homens e mulheres, com 30 anos de tempo de contribuição. O relatório reduziu para 57 anos a idade mínima para mulheres, mantendo os 60 anos para homens. Os novos critérios, no entanto, serão definidos por lei complementar.

Militares

O deputado Capitão Wagner (Pros-CE) questionou a diferença de tratamento entre as Forças Armadas, os policiais civis e os policiais militares e bombeiros estaduais. Segundo o parlamentar, as alíquotas de contribuição estaduais são maiores que as das Forças Armadas. Enquanto os PMs e bombeiros terão de contribuir 35 anos, os policiais civis contribuirão por 30 anos.

O deputado Jorge Solla (PT-BA) disse que os militares foram os verdadeiros privilegiados na discussão atual, por não terem teto de aposentadoria, enquanto os demais trabalhadores terão o benefício limitado a um valor máximo. Relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, o deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), defendeu que a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal tenham as mesmas regras previstas para a Polícia Militar.

Agência Brasil

terça-feira, 18 de junho de 2019

Câmara de São Rafael aprova Projeto de Lei que proíbe blitz no município

AGORA VAI!
A Câmara Municipal de São Rafael aprovou um Projeto de Lei no último dia 13 de junho,  que proíbe 'blitz do IPVA' em todo o território do município. Confira;

O lobby de Antenor


Procurador aposentado, o vice-governador Antenor Roberto(PCdoB), faz lobby pela aprovação do reajuste de 16% aos Procuradores do Estado.

Deputados têm sido sondados.

A votação acontece na próxima terça-feira na Assembleia Legislativa e ogoverno  já tem como certo a aprovação. 

Passou despercebido visita de Flávio Dino ao RN...

Nesta segunda-feira, 17, dia em que Policiais militares e bombeiros protestavam em frente à Governadoria, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fazia uma visita a governadora Fátima Bezerra (PT). Visita  que passou despercebido de grande parte da imprensa potiguar. 




segunda-feira, 17 de junho de 2019

"Acabou a trégua”, diz presidente do SINSP/RN


Passados os cinco primeiros meses do Governo Fátima Bezerra (PT), os servidores da administração direta do Rio Grande do Norte já avisaram à governadora que a paciência para esperar os pagamentos e reajustes salariais acabou. Eles pedem 16,38% de reajuste e um cronograma para a quitação dos débitos salariais do governo estadual com os servidores.

A próxima reunião do Sindicato dos Servidores da Administração Direta (SINSP-RN) com a governadora está marcada para o dia 26 de junho e o recado já foi dado pela presidente do sindicato, Janeayre Souto: “acabou a trégua”, disse a sindicalista, que cobra uma efetivação de medidas por parte do governo, que já está no sexto mês de gestão.

Caso o governo não concorde com o reajuste de 16,38% para os servidores da administração direta do RN, o sindicato já cogita uma paralisação como forma de pressionar, assim como fez nesta segunda-feira (17) os policiais militares e bombeiros do RN.

“Nós estamos com a expectativa que o governo tenha bom senso, tenha juízo e apresente uma proposta, porque nós já estamos também pensando em um dia estadual de paralisação dos servidores públicos, podendo até, daqui para o mês de agosto ou setembro, construirmos a greve geral dos servidores públicos do nosso Estado”, adianta Janeayre Souto, em entrevista nesta segunda-feira (17) ao Hora Extra da Notícia (91.9 FM).

“Nós queremos 16,38%, do mesmo jeito que foi dado aos auditores e aos delegados. O reajuste do abate-teto em 16,38%, do mesmo jeito que foi enviado, de punho, para a Assembleia Legislativa o projeto de lei reajustando o [salário] dos procuradores. Nós também queremos e aqui nós fazemos até um apelo ao Governo do Estado: nós também somos filhos de Deus, somos trabalhadores e trabalhadoras, merecemos também os 16,38%” completou a presidente do SINSP-RN.

Ainda segundo ela, no próximo dia 1º de julho os servidores da administração direta do estado irão completar 9 anos sem um centavo de reajuste, nem correção salarial pela inflação do ano.

Justiça bloqueia bens de vereador e ex-vereador de Natal


A Justiça potiguar em ação de ressarcimento ao erário, decretou a indisponibilidade de bens do vereador de Natal Dinarte Torres (PMB) e do ex-vereador Assis Oliveira por desvios da verba dos gabinetes dos dois.

Dinarte Torres, quatro empresas e cinco dessas pessoas tiveram os bens bloqueados em até R$ 62.034,54. No caso do ex-vereador Francisco de Assis Oliveira, foi bloqueado até o montante de R$ 274.047,92, incluindo os bens de seis pessoas e quatro empresas. As cifras correspondem ao total dos desvios, em 2011, acrescido de juros e correção monetária.

A indisponibilidade dos bens atende ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) que juntou aos autos microfilmagem dos cheques utilizados na prestação de contas da verba de gabinete da época, descrevendo a participação de servidores públicos municipais, particulares e empresas.

Segundo apurado pelo MPRN, os vereadores atuavam em conluio com Aurenísia Celestino Figueiredo Brandão, através da Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos, e de outras empresas recrutadas pelo grupo.

Conforme comprovado nas investigações, Aurenísia Celestino Figueiredo Brandão, contadora, era quem montava as prestações de contas com inclusão de notas fiscais “frias”, as quais eram emitidas por empresas a ela pertencentes e por pessoas jurídicas por ela arregimentadas. Assessores parlamentares municipais recebiam o adiantamento da verba por meio de conta bancária e emitiam cheques para pagar as supostas despesas de cada gabinete. Esses assessores e os próprios parlamentares atestavam falsamente como recebidos ou prestados os respectivos materiais e serviços para o gabinete.

O MPRN concluiu que no gabinete de Francisco de Assis Oliveira foram fraudados 32 títulos de crédito (dos 36 títulos apresentados nas prestações de contas do ano de 2011), gerando um desvio de recursos públicos municipais na ordem de R$ 135.871,23, sendo que 89% dos cheques foram efetivamente destinados a Aurenísia Celestino Figueiredo Brandão, tendo sido sacados por um motoqueiro e ASG empregados da contadora.

No caso do gabinete de Dinarte Torres Cruz, foram manipulados de forma artificial sete títulos de crédito com notas fictícias em prestações de contas oficiais para ludibriar qualquer controle nas contas apresentadas à Câmara Municipal, desviando o montante de R$ 33.920,00.

PMs aceitam proposta do Governo e encerram paralisação


A manifestação de policiais e bombeiros militares nesta segunda-feira (17) na Governadoria, em Natal, além de outros pontos do estado, teve efeito quase imediato. O Governo Fátima Bezerra (PT) apresentou proposta que foi aprovada em assembleia geral dos militares agora à tarde.

A pauta foi negociada com o vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), na Governadoria, ao lado do secretário-chefe do Gabinete Civil Raimundo Alves Júnior e o Coronel Francisco Araújo, titular da Segurança (SESED).

Os principais pontos acordados e aprovados foram estes:

– Projeto de Lei para correção das distorções salariais;

– Implantação de promoções em julho de 2019;

– Pagamento da folha até o dia 15 de cada mês;

– Criação de grupo de trabalho para estudar diferenças salariais;

– Pagamento retroativo de promoções;

Ficou pactuado também que não vão existir punições de manifestantes.

VÍDEO: PMs e Bombeiros protestam em frente a Governadoria por correção salarial


Policias militares e bombeiros se concentram em paralisação em frente a sede do Governo do Estado. O movimento paredista está ocorrendo em todo o Estado nesta segunda-feira, 17.

De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), “tentamos de todas as formas, porém o Governo continua resistindo com a alegação da crise fiscal, mas que só existe para alguns setores”, expõe.

O déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,48% e a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos, argumenta o presidente. Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação, na carreira policial, e, ainda, o pior salário entre as demais forças de segurança do RN.

Veja vídeo (Via Certa Natal) do momento do protesto:



Diversos assaltos em Natal

Salve-se quem puder! 
Com a paralisação da PM, a população segue desprotegida. Diversos assaltos foram registrados nas últimas horas na capital. Agora a pouco um carro foi tomado de assalto em Tirol. Assaltos a mão armada também foram registrados nos Bairros de Cidade Alta e Petrópolis no Centro. Na Zona Norte bandidos assaltaram dois micro ônibus que faz a linha Ceará Mirim/ Natal.

Fátima não abre!

A governadora Fátima Bezerra(PT), não vai negociar com os policiais mitares e bombeiros do Estado.

Em recente reunião com a categoria, a governadora afirmou que a "PM para dois anos, e ela não abre".

domingo, 16 de junho de 2019

Vivaldo recebe lideranças de São João do Sabugi e prestigia festa no Distrito Palma no município de Caicó

Durante o final de semana o deputado Vivaldo Costa (PSD) esteve na região do Seridó. Na manhã de sábado (15), o parlamentar tomou café com um grupo de lideranças políticas de São João do Sabugi. Depois Vivaldo foi ao programa Mesa Redonda, apresentado na Rádio Caicó, onde recebeu o artista Emanuel Bonequeiro. A noite Vivaldo visitou o distrito da Palma, onde prestigiou a última novena de Santo Antônio. Na véspera da festa o deputado foi saudado pelos amigos e correligionários da comunidade.

Após a celebração, Vivaldo circulou pelo largo cultural e ainda visitou a casa de alguns amigos. "Esta é uma agenda que faço questão de fazer anualmente. Vir ao distrito da Palma, que tenho serviço prestado, e compartilhar deste momento festivo é renovar a alegria e pedir as bênçãos de Santo Antônio e agradecer as chuvas caídas".



Policiais Militares e Bombeiros realizam paralisação nesta segunda (17)


Policiais Militares e bombeiros do Rio Grande do Norte iniciam nesta segunda-feira, 17, paralisação das atividades. As categorias profissionais exigem recomposição das perdas salariais dos últimos cinco anos.

Representantes das associações de praças e oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte apontam que o déficit é de 60,48%.

Essa, nem Freud explica...


A decisão do presidente Jair Bolsonaro em pedir a cabeça de Joaquim Levy, do Banco Central, após uma nomeação, de cunho 'partidário-ideológica'chega a ser hilária.

Sabendo que o próprio Levy (indicado por Bolsonaro), foi ministro da Dilma. Vai entender. 

População atenta em São Gonçalo do Amarante

Nos últimos dias uma enxurrada de críticas nas redes sociais, sobre as péssimas paradas de ônibus construídas na cidade de São Gonçalo do Amarante, trouxe desgaste ao  prefeito Paulo Emídio(PR). A população está atenta!




Nélter ganha de Paulinho na Justiça


A Justiça deu ganho de causa ao deputado estadual Nélter Queiroz(MDB) na ação movida pelo prefeito Paulo Emídio (PR), o Paulinho da habitação, de São Gonçalo do Amarante. No início do processo eleitoral de 2018, Nélter denunciou, em entrevista, que Paulinho estava nomeando lideranças políticas de várias municípios em benefício da candidatura de sua mulher, Terezinha Maia(PR) a deputada estadual.

A decisão judicial aconteceu no incio do ano de 2019 e, segundo a Justiça, as declarações do deputado Nélter Queiroz não configuraram difamação. Nélter apresentou portarias assinadas pelo prefeito de São Gonçalo nomeando parentes ou indicados de lideranças políticas de vários municípios do Estado.

Pinga-fogo/Nominuto.com

sábado, 15 de junho de 2019

Prefeitura de São João do Sabugi emite nota de pesar pelo falecimento do jornalista Allan Darlyson


Morre o jornalista Allan Darlyson

Morreu na madrugada deste sábado o jornalista Allan Darlyson, de 30 anos. Ele lutava há mais de um ano contra um câncer e estava internado no hospital Promater em Natal. Durante sua carreira passou pelas redações do Correio da Tarde, Diário de Natal, TV Ponta Negra, Portal NoAr, além de fazer assessoria de comunicação de vários políticos. O velório acontece a partir das 9h30 no Centro de Velório São José, em Natal, até às 13h, quando o corpo segue para São João do Sabugi, onde ele será velado e sepultado na manhã deste domingo (16).

Atualmente o jornalista assinava uma coluna de Política no portal Mossoró Notícias.


sexta-feira, 14 de junho de 2019

Vereador Edmilson Sousa é cotado para disputar a prefeitura de Currais Novos

O radialista e vereador  campeão de votos, Edmilson Sousa (DEM), tem seu nome cotado para disputar a prefeitura de Currais Novos nas eleições do próximo ano. Edmilson foi o vereador mais votado naquele município nas últimas eleições.

É aguardar!

Lista que cresce...

Com quase 20 nomes cogitados à disputa pela prefeitura de Caicó em 2020,  a lista  de pretensos candidatos não para de crescer. 

PT pode indicar vice de Dr.Tadeu à prefeitura de Caicó

Avançam as conversas nos bastidores entre o deputado Vivaldo Costa e a cúpula estadual do PT, em torno de uma aliança política no município de Caicó com vista as eleições 2020. 

O Papa Jerimum busca a indicação do Partido dos Trabalhados para a vaga de vice  do médico Judas Tadeu, seu afilhado político. O none mais cotado é o do presidente local do partido, Genar Lucena.


Laje da Agência Bradesco de Caicó ameaça desabar

Após uma série de reclamações de clientes e pedestres à agência do Bradesco no centro de Caicó,  decidiu escorar a laje do prédio que ameaça desabar.  Em 2018, várias denúncias chegaram a Defesa Civil Municipal, e a situação continuou a mesma.
Será que agora o banco vai tomar uma providência?



FIERN critica decisão do Governo Fátima

Nota da FIERN sobre a resolução do Governo em relação ao pagamento dos fornecedores atrasados:

O Governo, mesmo diante das dificuldades, precisa criar uma mesa de negociação com os credores. Está difícil para o Governo, nós sabemos! Mas, também está muito difícil para as empresas.

A notícia de hoje não foi bem recebida pelos empreendedores. Aliás, foi uma desagradável surpresa.

Mas, vamos ponderar e, contando com o diálogo, insistir pela abertura de uma negociação.

Amaro Sales de Araújo
Presidente do Sistema FIERN